Fundão e Covilhã destacam-se a História no ranking nacional

De acordo com o Público, as escolas Secundária do Fundão e Quinta das Palmeiras, na Covilhã conseguiram um lugar de destaque a nível nacional, posicionando-se estas, na disciplina de história, no “TOP TEN” nacional.

É neste exame, obrigatório para os alunos do curso de Línguas e Humanidades, que duas públicas, geograficamente próximas, se destacam entre as dez melhores médias. As secundárias do Fundão e da Quinta das Palmeiras, na Covilhã, obtiveram, respectivamente, médias de 13,35 e 13,13 valores. As escolas distam entre si menos de 20 quilómetros.

“O mérito é fundamentalmente dos alunos”, vinca Ana Brioso, professora de História na Secundária do Fundão que acompanhou durante três anos os 19 avaliados. “Embora houvesse alguns com maior capacidade, grande parte não tinha folga em termos económicos. Valiam-se muito do seu trabalho.” Tornaram-se trabalhadores, afirma. “Não eram tanto no 10.º ano. Foram-se adaptando a uma cultura de muita exigência da minha parte, de treino de competências e desenvolvimento de raciocínio.” Afinal, refere, “História não é disciplina de decorar, como muitos pensam”. É, acima de tudo, de análise e interpretação de documentos, de relacionamento de diferentes pontos da matéria. E é muito diferente da disciplina a que estão habituados do ensino básico. “Essa adaptação é dura.”

Fonte: https://www.publico.pt/2019/02/16/sociedade/noticia/so-ha-quatro-publicas-melhores-medias-exames-ficam-interior-1860638#gs.797hAOnL