Centro Pedagógico e Interpretativo

 

 

 

Mais informações: www.quintadaspalmeiras.pt/cpi

Cursos Profissionais

Facebook Feed

Palmeiras Impress Digital

SPO

O que são os SPO ?

O Dec. Lei nº 190/91 de 17 de Maio cria, no âmbito do Ministério da Educação, os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO). São estruturas especializadas de apoio e de orientação educativa, integradas na rede escolar, conforme previsto no artigo 26º da Lei de Bases do Sistema Educativo.

Atribuições do SPO

O SPO é uma unidade especializada de apoio educativo que tem como principais atribuições:
- Contribuir para o desenvolvimento integral dos alunos e para a construção da sua identidade pessoal;
- Apoiar os alunos no seu processo de aprendizagem e de integração na comunidade; 
- Prestar apoio de natureza psicológica e psicopedagógica, no contexto das atividades educativas, tendo em vista o sucesso escolar, a efetiva igualdade de oportunidades e a adequação das respostas educativas;
- Assegurar na colaboração com outros serviços, a deteção de alunos com necessidades educativas especiais, a avaliação da situação e o estudo das intervenções adequadas;
- Promover atividades específicas de informação, aconselhamento e orientação escolar e profissional;
- Desenvolver ações de aconselhamento psicossocial e vocacional dos alunos.

Principais domínios de intervenção do SPO

- Apoio psicopedagógico;
- Apoio ao sistema de relações da comunidade escolar;
- Orientação e informação escolar e profissional.

Quem pode recorrer ao SPO ?

- Alunos;
- Docentes (os pedidos de intervenção deverão ser apresentado através do preenchimento de formulário próprio);
- Pessoal não docente;
- Pais e Encarregados de Educação;
- Comunidade Educativa em geral.

Como aceder ao SPO ?

- Contato pessoal directo;
- Contato através do Diretor de Turma.

Onde fica o SPO ?

O gabinete do SPO está localizado no piso do rés-do-chão do Bloco A.
Mais informações disponíveis (Plataforma Moodle)

Notícias de Educação

24 março 2019

Notícias mais recentes
  • “Ser professor e não lutar é uma contradição pedagógica”
    Os docentes tornaram-se uma classe vulnerável, mas, também por isso, mais combativa. Uma entrevista a Raquel Varela, Duarte Rolo e Roberto della Santa da Equipa Científica do Inquérito Nacional sobre Condições de Vida e Trabalho na Educação, responsáveis pelo maior e mais completo estudo alguma vez feito em Portugal sobre as grandes questões que afetam os professores.
  • Balanço dos sindicatos: Entre 400 e 500 escolas encerradas devido à greve de funcionários
    Entre 400 e 500 escolas do ensino básico ao secundário encerraram hoje devido à greve do pessoal não docente, segundo um balanço provisório da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FSTFPS).
  • Histórias de filosofia escritas por crianças
    Alunos do 1.º, 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico de escolas públicas e privadas do país podem idealizar e escrever um conto filosófico. A terceira edição do prémio nacional tem as inscrições abertas até 30 de abril.
  • “Não há planeta B”. Greve às aulas, alunos nas ruas
    Cartazes, cânticos, marchas, silêncios, palavras de ordem. Milhares de estudantes de vários pontos do país, ilhas incluídas, aderiram à greve mundial que exige aos políticos ações concretas contra as alterações climáticas. “A Terra esgotou a sua paciência e nós também”, avisam.

Registo

Receber Newsletter

Email *

Primeiro nome

Último nome
 

 

Copyright (c) Quinta das Palmeiras 2014. Reservados todos os direitos.