Centro Pedagógico e Interpretativo

 

 

 

Mais informações: www.quintadaspalmeiras.pt/cpi

Cursos Profissionais

Facebook Feed

Palmeiras Impress Digital

 

No dia 27 de agosto, o Diretor, Dr. João Paulo Mineiro, e a Presidente do Conselho Geral, Dra. Celina Vieira, assinaram, em Lisboa, a renovação do Contrato de Autonomia da Escola Secundária Quinta das Palmeiras, celebrado com o Ministério da Educação e Ciência.

Nesta cerimónia a tutela esteve representada pelo Senhor Secretário de Estado, Dr. João Casanova, e pelo Dr. JoséAlberto Duarte, Diretor Geral dos Estabelecimentos Escolares. O contrato, agora renovado, entra em vigor a 1 de setembro de 2015 e tem a duração de três anos letivos.


 

Notícias de Educação

20 novembro 2019

Notícias mais recentes
  • Luta contra o amianto intensifica-se
    Três estruturas juntam-se e lançam petição nacional para a remoção total do amianto em todas as escolas do país. Mais de 4000 assinaturas e o assunto será debatido na Assembleia da República. Se nada for feito, FENPROF avançará com uma ação judicial contra o Estado e uma queixa junto da Comissão Europeia.
  • Mais professores, mais orçamento, mais liberdade?
    Ministro da Educação avança para um segundo mandato. Numa entrevista à Lusa, Tiago Brandão Rodrigues não adianta muitas novidades, desfaz dúvidas quanto ao plano para reduzir retenções, admite a difícil missão dos professores em motivar os alunos em contextos complexos. E deixa o aviso aos diretores das escolas: a decisão de ter turmas mais pequenas tem de ser bem fundamentada. 
  • Gostar de aprender, saber aprender, poder aprender
    Presidente do Conselho Nacional de Educação, Maria Emília Brederode Santos, comenta várias medidas do Governo numa entrevista à Lusa, que assinala dois anos do seu mandato. Os chumbos, o excesso de orientações, as estratégias de ensino de antes e de agora, a indisciplina, o racismo, o envelhecimento dos professores, a violência nas escolas. Uma conversa sobre temas fraturantes.
  • Substituir funcionários nas escolas vai ser mais rápido, promete Ministério
    As escolas vão poder substituir funcionários de forma mais célere, podendo contratar ao fim de 12 dias de ausência do trabalho, anunciou hoje o Ministério da Educação.

Registo

Receber Newsletter

Email *

Primeiro nome

Último nome
 

 

Copyright (c) Quinta das Palmeiras 2019. Reservados todos os direitos.